Final da 73ª Vuelta de Uruguay: Matias em 5º e Avaí em 4º na geral

A equipe de ciclismo AVAÍ/FME/APGF está no Uruguai competindo na 73ª Vuelta Ciclista de Uruguay. Hoje foi disputada a última etapa, que saiu de San Carlos percorreu 168km até a capital Montevideo.

O dia amanheceu com sol, mas logo a chuva e o vento marcaram presença novamente. Como é típico das voltas ciclísticas, a última etapa não teve disputas decisivas para a classificação geral. Uma pequena fuga se manteve à frente durate toda a etapa, e o pelotão apenas controlou a distância já que não representavam perigo aos líderes da prova.

Dia 10-3

Geovanny Maurício esteve na fuga no início da etapa, mas furou um pneu e voltou ao pelotão.

O vencedor da etapa foi o argentino Leandro Burgois (Matanceros), seguido pelo uruguaio Gregory Duarte (Estudiantes el Colla).

O vencedor geral da Vuelta foi Nestor Pias, da Schneck Alas Rojas, que também teve Richard Mascarañas em 3º, ficou em 1º na classificação por equipes e levou as camisas de regularidade com Fabián Aguilar e de sprint com Nicolas Arachichú. A equipe dominou toda a Vuelta e encerrou com chave de ouro a sua temporada.

Atletas da equipe uruguaia Schneck Alas Rojas comemoram as múltiplas conquistas nesta Vuelta.

Para o Avaí as coisas se mantiveram como ontem. Matias Medici encerrou sua participação no 5º lugar da geral, e o Avaí foi a melhor equipe brasileira ficando com a 4ª colocação. Everson Assis foi o 2º melhor brasileiro na competição, ficando em 13º na geral.

Foi uma das melhores voltas para a equipe. Em alguns momentos podíamos ter ido melhor, como nas cronos, e em outros momentos tivemos problemas, mas estou satisfeito. Uma vitória, três podios e uma ótima classificação geral, tá bem bom para a nossa primeira competição por etapas da temporada.” – comemora Matias.

Matias ficou em 3º no contrarrelógio individual, disputado em Melo.

Everson Assis, o Carazinho, explica: “Normalmente no final e no começo do ano eu ficava parado, sem treinar. Esse ano só fiquei 4 dias, e treinei forte desde o começo do ano pra chegar aqui e ser competitivo, não só para terminar a Volta. Ganhei uma etapa, fiz outro pódio em 3º e fiquei em 4º em outra etapa, estou muito feliz. Espero estar forte para competir no Brasil nesta temporada e conseguir resultados ainda melhores. Agradeço à minha mulher, que é minha principal incentivadora, e também à toda a equipe.”

Carazinho conquistou a vitória na 5ª etapa, em Durazno.

O técnico Diones Chinelatto também comemora: “O resultado foi muito bom, a equipe trabalhou direitinho desde o começo. A gente realmente acreditava que o Matias podia conseguir a camisa amarela de líder, infelizmente não deu, mas o trabalho foi feito. O Carazinho (Everson Assis) cresceu muito ao longo das etapas e conseguiu uma vitória, está de parabéns. O (Gilberto) Gois começou meio mal mas depois se recuperou, e ajudou bastante também. O Edinho e o Geovanny começaram bem, mas acabaram sentindo o final, acontece. O (Eduardo) Pini começou meio mal e acabou abandonando, mas ele é bem novo então ainda vai ganhar resistência. A equipe está de parabéns!

Equipe completa para a 73ª Vuelta de Uruguay.

Geovanny Maurício estreou na equipe este ano. “Corri pensando na equipe, ajudando o Matias, estou satisfeito. Em alguns momentos faltou perna, afinal ser gregário do Matias não é fácil. Hoje me senti bem e saí na fuga no começo da etapa, mas furei o pneu e fiquei pra trás, é uma pena. É minha primeira Volta do Uruguai e eu completei, estou feliz. Gostei de competir aqui, as pessoas vão pra rua ver a gente passar, muita gente fica no acostamento torcendo, as chegadas têm um público enorme, dá muita satisfação pedalar aqui.

Geovanny estreou na equipe e fez um bom trabalho na Volta do Uruguai.


PRÓXIMAS COMPETIÇÕES
A equipe retorna nesta segunda feira para Florianópolis onde descansa até o próximo final de semana, quando competirá em casa. No sábado será disputado o Troféu Everson Assis Camilo na Beiramar Continental, etapa do campeonato estadual em homenagem ao nosso atual campeão brasileiro. E no domingo a equipe disputa a Subida do Morro da Cruz, que vale para o ranking nacional. Clique AQUI para mais informações.


Vuelta-1

A 73ª Vuelta de Uruguay foi disputada em 10 etapas entre os dias 18 e 27 de março, com mais de 1400km de percurso. É a prova mais antiga da América Latina, disputada desde 1939, e atualmente é homologada na categoria 2.2 da UCI.

Para esta competição a equipe AVAÍ/FME/APGF contou com:
Atletas: Matias Medici, Everson Assis Camilo, Edson Luiz de Resende, Gilberto de Veiga Gois, Eduardo Pini e Geovanny Mauricio.
Técnico: Diones Chinelatto.
Dirigente: Francisco ‘Chicão’ Severiano.
Assessor de imprensa: Vinícius Leyser da Rosa.


A equipe AVAÍ / FME Florianópolis / APGF agradece os patrocinadores:
Prefeitura Municipal de Florianópolis, PLASC, ORBEA, OAKLEY, FTH.


 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *